Alckmin intensifica articulação em Brasília e diz que pesquisa não tem valor político

0
77

ANGELA BOLDRINI

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Após deixar o governo de São Paulo, o pré-candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) tem intensificado sua movimentação em Brasília e desqualificou pesquisa que o coloca em terceiro lugar nas intenções de voto.

Nesta quarta-feira (25) o tucano participou de sessão solene em homenagem ao ex-deputado Luís Eduardo Magalhães (1955-1998), de reunião com as bancadas do partido no Congresso e de evento com vereadores de todo o país.

Após reunião com deputados e senadores, Alckmin, que tem entre 15% e 12% de intenção de voto na pesquisa Ibope divulgada na terça (24), atrás de Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que a “campanha ainda não começou” e que o resultado “não tem valor político”.

“É correta do ponto de vista estatístico, não tem o que discutir, mas não tem valor político. Evidente que a pesquisa vai se alterar, para isso existe a campanha. Eu acredito no julgamento popular e não tenho dúvidas de que não vamos crescer. Vamos ter os melhores palanques do Brasil, do PSDB ou de aliados”, afirmou o ex-governador.

Além disso, Alckmin afirmou que fará reunião em Brasília no dia 9 de maio com o ex-presidente do Banco Central Pérsio Arida para montar as bases do programa econômico de sua campanha.

Também deve estar presente, de acordo com o ex-governador, o cientista político Luiz Felipe D’ávila.

Segundo o tucano, um dos eixos de seu eventual governo é o de “dobrar a renda dos brasileiros”. “O objetivo é melhorar a vida das pessoas, dobrar a renda do brasileiro. Para isso, vamos estabelecer todas as metas em uma agenda de competitividade”, afirmou.

Após reunião no Congresso, Alckmin discursou durante pouco menos de uma hora na 16ª Marcha dos Vereadores.

Alckmin deve participar de eventos na capital federal também nesta quinta-feira (26).

Fonte: folha.uol.com.br

Deixe uma resposta