Dólar chega a R$ 3,50 no exterior e atinge maior nível desde novembro de 2016

0
30

Na quinta alta seguida, o dólar já avançou acima de R$ 3,50 ante o real, acompanhando a valorização generalizada da moeda americana no exterior diante dos juros dos títulos públicos de dez anos acima dos 3% ao ano. É pano de fundo também a decisão da Segunda Turma do STF de tirar do juiz Sérgio Moro a delação da Odebrecht sobre Lula. Com o avanço do pregão desta quarta-feira, a moeda americana registra a maior alta desde novembro de 2016.

O economista da MCM Consultores Antonio Madeira diz que o movimento de depreciação do real frente o dólar acompanha as perdas de outras moedas de países emergentes. “É um movimento mundial de depreciação de divisas emergentes por conta dos juros dos T-Note acima de 3% ao ano e apostas em alta da inflação e do juro americano mais rápido que o esperado”, avalia.

Internamente, segundo Madeira, a grande fragmentação na corrida eleitoral e a incerteza sobre o resultado da eleição não são novidades, minimizando o resultado da Pesquisa Ibope. Ele diz que há desconforto principalmente com a decisão da segunda turma do STF de retirar processos de Lula do juiz Sérgio Moro. “Começa a gerar um cenário mais extremo sobre possível revisão de decisões de Moro e da Justiça de segunda instância de Porto Alegre. É mais um risco no radar”, avalia.

Deixe uma resposta