Doria aparece em primeiro em todos os cenários avaliados em pesquisa para o governo de SP

0
24

Em nova pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com a Jovem Pan, o prefeito de São Paulo, João Doria, aparece à frente dos demais candidatos nos quatro cenários em que aparece como alternativa.

No primeiro cenário ao governo do Estado, Doria tem 30,1% contra 29,1% de Celso Russomanno, 12,9% de Paulo Skaf. Luiz Marinho, Márcio França, Rodrigo Garcia e Carlos Giannazi aparecem com menos de 4% cada. Confira abaixo:

No cenário número dois, sem Russomanno, Doria aparece com larga vantagem ante Skaf – 39,8% contra 19,1%. Luiz Marinho aparece em terceiro com 5,5%, seguido de Rodrigo Garcia, Márcio França e Giannazi. Confira abaixo:

No terceiro cenário, com a presença de Fernando Haddad, Doria segue na frente com 29,2%, Russomano com 28,2%, Skaf com 12,2% e Haddad com 9,4%. Confira abaixo:

Em um quarto cenário, sem Russomanno, Doria segue na dianteira com 37,3% das intenções de voto, Skaf com 17,5% e Haddad com 13,4%. Confira abaixo:

No quinto cenário, sem a presença de Doria, Russomanno avança para primeiro com 37,5%, seguido de Skaf com 18,8%, Luiz Marinho (4,2%), Márcio França, Luiz Felipe D’Ávila, Rodrigo Garcia e Giannazi. Confira abaixo:

No sexto cenário, sem Doria e Russomanno, Paulo Skaf fica à frente com 30,6% dos votos, seguido de Luiz Marinho, Rodrigo Garcia, Márcio França, Luiz Felipe D’Ávila e Giannazi. Confira abaixo:

No sétimo cenário, Russomanno tem 37,8% contra 18,9% de Skaf. Luiz Marinho, Márcio França, José Aníbal, Rodrigo Garcia e Giannazi aparecem em seguida. Confira abaixo:

No oitavo cenário, Paulo Skaf aparece com 30,8% dos votos, Luiz Marinho com 7,2%, Rodrigo Garcia com 7% e Márcio França com 5,4%. Confira abaixo:

Ao serem questionados sobre qual candidato do PSDB teria maior chance de ganhar seu voto, 55,5% dos eleitores entrevistados responderam que era João Doria, 25,3% não souberam responder, 7,2% em José Aníbal e 7,1% em Luiz Felipe D’Ávila.

Enquanto isso, na mesma pergunta direcionada aos candidatos pelo PT, Haddad aparece com 33,3% e Luiz Marinho com 17,5%. Entretanto, 43% disseram não votar em nenhum.

Avaliação estadual

53,4% dos entrevistados disseram aprovar o governo do tucano Geraldo Alckmin, 41,6% desaprovam e 5% não souberam responder ou não opinaram.

Sobre o grau de conhecimento do nome do vice-governador Márcio França, pré-candidato ao governo paulista em reeleição, 92,5% disseram não saber quem era o vice de Alckmin, 5,5% responderam corretamente e 2% citaram outros nomes.

Renúncia de Doria

Sobre a expectativa em uma eventual renúncia de Doria, 39% disseram que o Estado ganha com isso, 42,5% disseram que o Estado sai perdendo e 18,5% não souberam responder/opinar.

Confira a entrevista completa com o diretor do Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo:

Dados da pesquisa

O universo desta pesquisa abrange os eleitores do Estado de São Paulo com 16 anos ou mais. Para a realização desta pesquisa foi utilizada uma amostra de 2.000 eleitores, em 84 municípios sendo esta estratificada segundo sexo, faixa etária, grau de escolaridade e nível econômico.

O trabalho de levantamento dos dados foi feito através de entrevistas pessoais durante os dias 20 a 25 de fevereiro de 2018, sendo acompanhadas 20,0% das entrevistas. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/17.

De acordo com a Resolução-TSE n.º 23.549/2017, essa pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º SP04361/2018.

Tal amostra representativa do Estado de São Paulo atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais.

Fonte: jovempan.uol.com.br

Deixe uma resposta