Brasil fica em 102º em ranking de Liberdade de Imprensa da Repórteres Sem Fronteiras

0
23

O Brasil ficou na 102º na edição de 2018 do Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa, levantamento anual feito pela ONG Repórteres Sem Fronteiras. Apesar de subir um degrau, o relatório divulgado destaca a turbulência política vivida no País desde 2016, quando a presidente Dilma Rousseff sofreu impeachment.

Branco: situação boa; Amarelo: situação relativamente boa; Laranja: problemas significativos; Vermelho: situação difícil; Preto: situação muito grave

“Ainda que mostrando um ligeiro recuo, as agressões contra a imprensa, inclusive na cobertura de manifestações, são abundantes. Quando decidem se debruçar sobre os interesses do poder político, em especial a nível local, os jornalistas são regularmente intimidados ou tornam-se alvos de processos judiciais abusivos”, diz trecho do documento divulgado pela RSF.

As primeiras e últimas colocações no ranking não foram alteradas: Noruega lidera e Coreia do Norte segura a lanterna. No ranking continental, a Europa aparece em primeiro, mas sua pontuação recuou por causa da piora de indicadores em Malta, Eslováquia, República Tcheca e Sérvia. Já nas Américas foi possível constatar avanço no Canadá, mas houve piora nos Estados Unidos e “balanço misto” na América Latina.

As condições de trabalho seguem desfavoráveis para jornalistas na Áfica Subsaariana, Ásia e Pácifico, Norte da África e Oriente Médio, regiões que ficaram posicionadas nessa ordem no ranking, respectivamente. Acesse aqui para ter todos os detalhes divulgados pela RSF.

Fonte: portalimprensa.com.br

Deixe uma resposta