Ciro Gomes não vê perigo com avanço de Barbosa e quer combater candidatura “bolsaloide”

0
19

SÃO PAULO – Em entrevista para o jornal O Estado de S. Paulo, Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista), afirmou que não está preocupado com a possibilidade de Joaquim Barbosa (PSB) ocupar espaço na centro-esquerda, mas sim em combater o que chamou de “candidatura bolsaloide”, em uma crítica à postura política de Jair Bolsonaro (PSC).

“Não me sinto incomodado com a presença de um homem como Joaquim Barbosa ou de uma mulher como a Marina Silva, mas não vou me omitir de denunciar o fascismo de uma candidatura ‘bolsaloide’. Tenho o dever de proteger nossa nação dessas coisas que na Alemanha deram no Hitler”, disse Ciro Gomes em entrevista ao jornal.

O pré-candidato afirmou que convidou o presidente da Coteminas, Josué Gomes, para ser vice em sua chapa: “eu gostaria de escolher alguém da produção ligado ao Sudeste brasileiro, Minas Gerais, São Paulo”, afirmou. Filho de José Alencar, que foi vice-presidente de Luiz Inácio Lula da Silva, o nome do empresário também é considerado como ideal pelo PT (Partido dos Trabalhadores), já que facilitaria o diálogo com empresários e o mercado.

Sobre a possibilidade de uma chapa única com o PT, possibilidade que foi aberta no começo da semana, Ciro Gomes disse que é “possível e até desejável”, mas acredita ser improvável em vista do momento político do partido: “seu principal líder preso e eles constrangidos a uma solidariedade que ainda afirma a candidatura do Lula, mesmo preso e inelegível. Olho com respeito o tempo do PT, mas toco minha bandinha”, afirmou.

Fonte: infomoney.com.br

Deixe uma resposta