Adversário do Altos aposta em juventude e velocidade para surpreender

0
26

Depois de empatar contra o Sparta-TO em Araguaína na primeira rodada, o Altos faz neste domingo a sua estreia em casa na Série D. O adversário da vez será o Assu, time potiguar que chega como azarão no grupo A5. No entanto, se por um lado a equipe pode sofrer pela falta de experiência, por outro o técnico Júlio Terceiro quer usar a juventude em seu favor, apostando em um time de velocidade para surpreender.

O Assu não tem feito uma temporada muito vitoriosa até aqui. No Campeonato Potiguar, única competição disputada pelo clube até agora, não chegou sequer a ameaçar uma disputa pelas primeiras posições. No primeiro turno ainda foi quarto colocado, com três vitórias, um empate e uma derrota. Na segunda metade do torneio o desempenho caiu e o time foi vice-lanterna, com uma vitória, dois empates e quatro derrotas.

 

Assu (de branco) não fez boa campanha no Campeonato Potiguar (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)

Após o estadual, Damião Oliveira de Sousa deixou o comando do Assu, cedendo o seu lugar para Júlio Terceiro. Com apenas 35 anos, o ex-volante, que ostentava o apelido de “Júlio Guerreiro” pela garra mostrada em campo, busca agora o seu espaço como treinador de futebol. Depois de dirigir interinamente o Santa Cruz-RN e o América-RN, o jovem técnico tem agora o seu primeiro desafio como efetivo no cargo.

Na montagem do elenco, nada de extravagâncias. Com orçamento baixo e um treinador com conhecimento do futebol potiguar, o clube montou um time caseiro. Quinze jogadores permaneceram após o estadual e mais treze foram contratados, muitos deles jovens emprestados por outras equipes do estado. O goleiro Wadson, o zagueiro Weder e o volante Carlos Mipibu são alguns dos destaques. O time ainda tem dois atletas velhos conhecidos do futebol piauiense: o zagueiro Chicão, com passagem por times como River-PI e Timon, e Nego Potiguar, ex-Piauí.

Wadson, goleiro Assu, é um dos destaques do time (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)

 

O técnido do Altos, Paulinho Kobayashi, mostrou que está analisando os adversários e chamou a atenção para a velocidade do Assu, que pode tentar uma supresa em contra-ataques rápidos na casa do Jacaré. No jogo de ida, no entanto, a receita não deu certo. Mesmo jogando nos seus domínios, o time potiguar foi derrota por 1 a 0 pelo Moto Club na primeira rodada.

 

Na primeira rodada, o Assu foi derrotado em casa pelo Moto Club (Foto: Multiplus Mídias Sociais)

 

Altos e Assu se enfrentam às 16 horas deste domingo no estádio Felipão, em Altos. Com o empate fora de casa na primeira rodada, o Jacaré soma um ponto até agora, enquanto o Assu, derrotado, ainda não pontuou.

 

Foto/Fonte: Multiplus Mídias Sociais / globoesporte.globo.com

Deixe uma resposta