Marden denuncia irregularidades na realização de obra em Piripiri

0
23

O deputado Marden Menezes (PSDB) denunciou, hoje(3), no espaço destinado aos pequenos avisos da sessão plenária, a ocorrência de irregularidades na construção de um Centro de Produção Comercial em Piripiri. Ele afirmou que, pela segunda vez, a Secretaria Estadual de Turismo anunciou a liberação de recursos para a obra totalizando mais de R$ 2 milhões, mas até o momento a estimativa é de que foram aplicados apenas R$ 200 mil.

Marden disse que o Tribunal de Contas do Estado já notificou o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, deputado José Lavor Nery, o Nerinho(PTB), que anunciou a realização da obra. “Na primeira vez, estava prevista a aplicação de R$ 1,5 milhão no Centro de Produção, mas como a obra não foi feita, agora o Governo está informando que serão investidos mais R$ 1,1 milhão. Isto é um fato muito grave”, declarou ele.

O parlamentar tucano informou que, na próxima segunda-feira, pretende apresentar um requerimento solicitando ao Governo do Estado que envie informações à Assembleia Legislativa sobre a obra que, além dos novos recursos, também, será realizada agora por uma nova empresa contratada pela Secretaria de Turismo.

EMPRÉSTIMO – Ao falar, também, no espaço dos pequenos avisos, o deputado Robert Rios(DEM) repercutiu a decisão do Tribunal de Contas da União de suspender a liberação da segunda parcela do empréstimo concedido ao Governo do Estado pela Caixa Econômica Federal.

Robert Rios disse que o TCU constatou irregularidades na prestação de contas dos recursos da primeira parcela do empréstimo que totaliza mais de R$ 600 milhões. “Dizem que a oposição quer impedir que o Governo receba a segunda parcela dos recursos, o que não é verdade, pois além do TCU, o Ministério Público Federal e a Justiça Federal, também, consideram que não houve a devida prestação de contas do dinheiro recebido”, disse ele, assinalando que “agora eu quero ver quem é o palhaço que vai dizer que a culpa é da oposição”.

Fonte: Ascom/Alepi/J.Barros

Deixe uma resposta