Residencial Dilma Rousseff recebe abastecimento de água

0
23

A Prefeitura de Teresina e a empresa Água de Teresina lançaram na manhã desta sexta-feira (04) a obra de implantação de 18,6 quilômetros de rede de abastecimento de água no Residencial Dilma Rousseff, localizado na zona Norte da capital. A obra irá beneficiar diretamente cerca de 1.600 famílias.

O Residencial Dilma Rousseff, que existe desde agosto de 2011 e fica localizado na Santa Maria da Codipi, já é beneficiado com a Estação de Tratamento de Água Codipi (ETA Codipi), através do qual foram executadas melhorias como a requalificação dos processos de tratamento e distribuição de água.

A Prefeitura de Teresina já havia realizado a regularização fundiária do local, tornando possível que as famílias moradoras da região passem a ter acesso ao benefício de água encanada e de boa qualidade em suas casas.

Dona Branca, líder comunitária da região, agradeceu ao prefeito em nome dos moradores do residencial. “Temos energia e água em nossas casas e isso só foi possível graças ao prefeito, então só podemos agradecer, pois ele sempre esteve do nosso lado. Se nossa qualidade de vida vem melhorando cada vez mais, certamente ele é um dos grandes responsáveis por isso”, disse.

“A história dessa comunidade merece respeito. Os moradores daqui sempre foram muito organizados e batalhadores e nunca cruzaram os braços. Eles foram atrás das melhorias e fizeram a coisa acontecer. Lutaram pela terra, lutaram para regularizar os serviços e agora para regularizar o abastecimento de água. E isso tudo é apenas o começo, pois o nosso compromisso é com vocês, com o povo de Teresina, no sentido de sempre e cada vez mais melhorar a vida das pessoas que fazem essa cidade”, disse o prefeito, assumindo o compromisso de inaugurar uma creche no residencial em 2019.

Investimentos

Ao longo do contrato de subconcessão, que tem a duração de 30 anos, a Água de Teresina vai investir R$ 1,7 bilhão, sendo R$ 650 milhões já nos primeiros cinco anos. Conforme meta contratual, a universalização do abastecimento de água deve acontecer em até três anos.

Fonte:Secom/Foto Rômulo Piauilino

Deixe uma resposta