Regina Sousa pede que Justiça apresse julgamento dos processos de feminicídio

A governadora em exercício participou da abertura do Ano Judiciário no Tribunal de Justiça do Piauí.

0
54

A governadora em exercício Regina Sousa participou, nesta segunda-feira (21), da sessão solene de instalação do Ano Judiciário 2019, ato que marca a retomada das atividades ordinárias no âmbito do Poder Judiciário estadual. A sessão ocorreu no Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI).

Regina Sousa desejou sorte à nova gestão e destacou a importância do cidadão acompanhar o trabalho do Judiciário. “Desejo que seja um ano profícuo para o Judiciário e que a sociedade possa acompanhar o resultado do seu trabalho que agora terá metas prioritárias. Reforço a importância do combate à violência contra a mulher e peço que sejam apressados os julgamentos dos processos de feminicídio”, enfatizou a governadora em exercício.

O presidente do TJ-PI, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, reforçou o compromisso do tribunal em aumentar a produtividade e prestar bons serviços à população. Ele frisou ainda sobre o aumento no número de conciliações e mediações. “Queremos incentivar a cultura da paz com essas ações. A nossa outra meta prioritária é fortalecer a rede de combate à violência doméstica, principalmente os crimes de feminicídio”, garantiu o magistrado.

O desembargador anunciou, na ocasião, a instalação de um novo cartório, o 6° Ofício de Notas no bairro Dirceu Arcoverde, que deve desafogar as demandas dos cartórios do Centro de Teresina. A unidade vai atender cerca de 200 mil pessoas da região.

O evento contou com a presença de representantes dos demais poderes, órgãos e instituições relacionadas ao sistema de Justiça, como Ministério Público, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí. Logo na sequência da solenidade, foi realizada a primeira sessão plenária ordinária administrativa deste ano.

Fonte:Ccom/Aline Medeiros e Lorenna Costa

Deixe uma resposta