De dinheiro, votos e falcatruas

0
154

Em sua coluna de ontem (25) no portalaz e no jornal O Dia, o jornalista Arimatéia Azevedo revelou um fato, de natureza gravíssima, registrado antes e durante o processo eleitoral que, sem dúvida, exerceu forte influência no resultado das eleições no Piauí.

Conta o jornalista que dinheiro do Ministério da Saúde, destinado à Atenção Básica, foi generosamente distribuidos aos prefeitos municipais, para cobrir despesas com serviços já contemplados em outros programas. E o mais grave: sem necessidade de licitação. Bastava o alcaide pegar uma Nota Fiscal com um empresário amigo e estava tudo resolvido.

Pois bem, essa dinheirama toda chegou ao Piauí graças à influência do Presidente Nacional do PP no Governo Temer, razão pela qual o homem andava cercado de prefeitos. Conforme o relato de Arimatéia Azevedo, a prefeitura de são Raimundo Nonato recebeu R$ 19 milhões, mais do que as receitas que o município recebe o ano inteiro.

Durante o processo eleitoral no Piauí, figuras do governo falavam com convicção que o governador Wellington Dias(PT) era imbatível, que sua reeleição eram favas contadas e por ai vai.

Agora, sabe-se porque os petistas e aliados estavam tão confiantes na reeleição de Sua Excelência que, apesar de fazer uma gestão medíocre e pontuada por escândalos, deu um verdadeiro banho de voto nos adversários.

Só no Piauí, conforme apurou o jornalista, foram entregues aos prefeitos municipais mais de R$ 200 milhões do Ministério da Saúde, um verdadeiro escândalo que esclarece definitivamente a confiança dos governistas numa vitória fácil.

O jornalista Arimatéia Azevedo, com boas fontes e com o destemor que lhe é peculiar, diz em seu comentário que “Há suspeitas de que o dinheiro termina sendo rateado com o prefeito, o fornecedor da nota – porque dificilmente algo de concreto – e com os parlamentares que no governo federal fizeram parte do esquema”.

O novo governo já abriu uma sindicância para apurar tudo e cobrar dos prefeitos que receberam esses recursos uma prestação de contas.

A lupa do juiz Sérgio Moro já está em ação e vem chumbo grosso por ai.

Deixe uma resposta