Zona Norte de Teresina vai ganhar novo cemitério

0
61
A Prefeitura de Teresina está iniciando a construção de um novo cemitério, que vai ficar localizado no Residencial Jacinta Andrade, para atender toda a região da Santa Maria da Codipi e áreas próximas. Atualmente, a cidade possui 13 cemitérios públicos, sendo cinco na zona Norte, mas todos sem capacidade para mais sepultamentos.
 
O espaço do novo cemitério já foi murado e limpo para o início das obras. No local serão construídas uma área administrativa, capela, estacionamento, praça e área para as covas. O terreno possui cerca de 9 hectares, mas a construção tomará primeiramente apenas 3. A primeira parte da obra está orçada em R$930 mil, com recursos próprios do município.
 
Com capacidade, a princípio, para 1.500 covas, a obra está sendo executada pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro Norte e tem por objetivo oferecer mais uma área para que os teresinenses possam enterrar seus entes queridos. O prazo de execução é de 180 dias. “A obra é necessária tendo em vista que os outros cemitérios já estão cheios, com vagas apenas para a perpetuidade”, afirma Weldon Bandeira, superintendente da SDU.
 
Manoel da Silva, morador da região, afirma que a obra é de grande necessidade para a região. “O cemitério do Santa Maria já está lotado, então o que está sendo construído vai ser de grande benefício para esta região, tendo em vista que ele possui quase 10 hectares, ou seja, maior que o do Buenos Aires”, destaca.
 
A região Norte já conta hoje com os cemitérios do Poti Velho, o São João Batista, o São José, mais antigo da capital, Santo Antônio, no bairro Buenos Aires, com maior extensão da região, e o da Santa Maria da Codipi. Em datas especiais, como Finados, Dia das Mães ou dos Pais, os locais recebem serviços de capina, varrição e recolhimento de lixo.
 
No ano passado, os cemitérios da zona norte também receberam melhorias em suas instalações. A SDU fez adequações nos vestiários e banheiros femininos e masculinos, as manilhas para armazenamento de água foram substituídas por caixas d’águas com tampas e torneiras. Também foram feitas reformas nas salas das administrações dos cemitérios.
Fonte: Ascom/Sdu Norte

Deixe uma resposta