Empresas vão ampliar projetos sociais e sustentáveis nos municípios produtores de energias renováveis

0
31
O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta terça-feira (16), no Palácio de Karnak, com o presidente mundial do Grupo Enel Brasil, Nicola Cotugno, e gestores da Segov, Seplan, Sedet e Semimper. No encontro, trataram sobre projetos sustentáveis e sociais a serem desenvolvidos nas comunidades dos municípios onde estão sendo desenvolvidos projetos de produção e exploração de energias renováveis.

 
Maior empresa privada do setor elétrico no Brasil, a Enel Green Power tem projetos nos municípios de São Gonçalo do Gurguéia e Lagoa do Barro. No Piauí, eles vão ampliar para 878 megawatts, sendo que 476 MW é para atender o que foi contratado no leilão e vão gerar também 402 MW para vender. A meta é produzir mais de 1,3 GW de projetos de geração de energia renováveis no estado nas duas cidades.

 
A Enel é a maior investidora na área de energia solar no Piauí. “Eles têm um projeto que é o maior da América Latina e garante a produção de mais de 1GW de energia. Tudo isso gera emprego, gera atividades econômicas e é feito com sustentabilidade. Os investimentos irão prosseguir com o apoio do governo, sempre conciliando os interesses para o desenvolvimento da empresa e também do estado”, disse Wellington.
 
“O mundo inteiro está preocupado com o meio ambiente e o trabalho da Enel tem esse viés. O produto deles não é poluente e quando se instalam procuram afetar, o mínimo possível, o meio ambiente. O importante é que a gente também pense no desenvolvimento humano. É preciso haver uma melhoria social onde esses projetos são executados e é isso que sempre lembro a todos os empresários que contam com o apoio do governo”, destacou a vice-governadora Regina Sousa.
 
A empresa se comprometeu a ampliar o protocolo social, no sentido de trabalhar outras ações sustentáveis e investir em projetos, por exemplo, de psicultura e apicultura. “Estamos com grandes projetos em desenvolvimento e o Piauí é um parceiro que sabemos que podemos contar. O estado tem um potencial renovável de alto desenvolvimento e temos o interesse de estudar os próximos passos para definir novas oportunidades. Vamos harmonizar o que pode ser bom para a empresa com o desenvolvimento do Piauí. Agradecemos a forma de trabalhar juntos e seguiremos com essa relação estratégica com o estado para que todos saiam ganhando”, atentou o presidente da Enel Brasil, Nicola Cotugno.

 

Fonte: Ccom/Lorenna Costa e Aline Medeiros

Deixe uma resposta