Maia sugere que admissibilidade da PEC da Previdência seja votada até amanhã

0
34
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, sugeriu que a admissibilidade da proposta da reforma da Previdência (PEC 6/19) seja votada ainda até esta quarta-feira (17) para sinalizar para a sociedade brasileira a preocupação da Casa com as contas públicas. Para o presidente, não é razoável que em uma discussão de admissibilidade de PEC tenha mais de 100 parlamentares inscritos.
 
“Acho que seria um bom gesto da Câmara, se está marcado o debate até às 22h, vamos deixar até às 5 horas da manhã. Depois de encerrar todo o debate, os parlamentares têm condições de votar”, defendeu.
 
Rodrigo Maia ressaltou que não pretende interferir na comissão, mas afirmou que é importante que os líderes e todos os demais deputados entendam a importância da aprovação da reforma da Previdência. Ele reconheceu que o governo não tem uma base organizada e que isso favorece a oposição no debate.
 
“Entendo as dificuldades do presidente da CCJ, o governo ainda não tem uma base organizada, mas precisamos todos independentemente de estarmos ou não na base, precisamos ter responsabilidade e a compreensão que essa reforma atende a todos os brasileiros. Garante a aposentadoria de todos os brasileiros e atende ao ajuste fiscal de todos os estados brasileiros, inclusive dos partidos de esquerda: do PSB, do PT, do PDT que governam os estados do Nordeste. Todos eles vão ter benefícios com a aprovação da reforma”, disse.
 
Agência Câmara Notícias

Deixe uma resposta