Gestores elaboram planejamento pedagógico para o ano letivo de 2019

O objetivo é alinhar estratégias de trabalho da educação piauiense.

0
26
Crédito: Ccom
Gerentes e coordenadores de ensino das Gerências Regionais de Educação (GREs), tutores do Pacto pela Aprendizagem e representantes das escolas das GREs de Teresina participam, nesta quinta-feira (06), da reunião de planejamento pedagógico para o ano letivo de 2019. O evento, realizado no Diferencial Buffet, é promovido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e tem como objetivo alinhar estratégias de trabalho da educação piauiense.
 
 
De acordo com a coordenadora do acompanhamento pedagógico do Pacto pela Aprendizagem, Viviane Carvalhedo, a ideia é dar continuidade às ações que tiveram bom resultado em 2018. “Vamos verificar o que faz sentido continuar em 2019, com relação às ações, focando no desempenho, plano de ações e metas que precisam ser atingidas e, além disso, corrigir possíveis rotas nessas ações e implementar novas ações, se necessário”, explica a gestora.
 
 
Consultores da Fundação Lemann também participam do evento para auxiliar a definir as principais ações referentes aos pilares do Pacto pela Aprendizagem 2019, que consiste em um conjunto de ações de curto, médio e longo prazo que trabalham com a perspectiva de mudar o cenário da educação. 
 
 
“A Fundação Lemann tem uma tratativa direta com a Seduc, olhando para as ações e os pilares do Pacto pela Aprendizagem. Eles dão um apoio muito grande tanto com relação às ações do Pacto pela Aprendizagem quanto às ações de acompanhamento pedagógico e de formação de gestores e tutores nas escolas de ensino fundamental”, garante Viviane.
 
 
Segundo o diretor da Unidade de Ensino e Aprendizagem (Unea) da Seduc, Ellen Gera, o trabalho será voltado para detectar problemas e começar a pensar nas ações para solucioná-los. “Tudo isso focando nos sete pilares do Pacto pela Aprendizagem que são o currículo, avaliação, formação, clima escolar, infraestrutura, tecnologia e gestão democrática. Precisamos fortalecer a colaboração e a corresponsabilização entre Escolas, Gerências Regionais e Seduc”, esclarece o gestor.
 

Deixe uma resposta