Plenário aprova permanência de fisioterapeutas em maternidades do Piauí

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

O plenário aprovou, na sessão desta terça-feira (23), em primeira e segunda votações, 17 matérias em tramitação na Assembleia Legislativa, incluindo o Projeto de Lei 191/20 do deputado Fábio Novo (PT) que dispõe sobre a permanência de fisioterapeutas nas maternidades públicas e privadas que realizam cerca de mil partos por ano, visando dar assistência integral às pacientes desses estabelecimentos de saúde.

A sessão plenária desta terça-feira foi presidida pelo deputado Franzé, vice-presidente da Assembleia. Foram aprovados o Projeto de Resolução 17/19 do deputado Henrique Pires (MDB) e o Projeto de Lei 212/21 da deputada Lucy Soares (Progressistas) que tratam sobre mudanças no Regimento Interno da Assembleia Legislativa regulamentando o funcionamento das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e que cria o Selo “Firmino Filho” visando beneficiar empresas que têm projetos de apoio a crianças e adolescentes.

Foto: Evangelina Rosa

O deputado Marden Meneses (PSDB) teve aprovado Projeto de Lei 191/21 que disciplina a prática de educação física nas escolas estaduais, enquanto o deputado Francisco Limma (PT) teve aprovado o Projeto de Lei 208/21 que institui o Setembro Verde com o objetivo de conscientizar a população sobre a doação de órgãos e tecidos.

Os 18 deputados que participaram da sessão plenária aprovaram o Indicativo de Projeto de Lei 53/21 do deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) que dispõe sobre a instituição do Programa Agente Jovem Ambiental (Aja) visando a capacitação de jovens para inclusão social e ambiental no Estado. As matérias seguem para sanção do governador Wellington Dias, à exceção do Indicativo de Projeto de Lei do deputado Gessivaldo Isaías que poderá ser ou não transformado em Projeto de Lei pelo chefe do Poder Executivo e encaminhado para apreciação pela Assembleia Legislativa.

Fonte: Ascom Alepi

Deixe um comentário

Veja também...