Bruxelas propõe carregador universal apto para todos os equipamentos após 12 anos de ideia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email

“Hoje, a Comissão dá um passo importante contra o lixo eletrónico e os inconvenientes para os consumidores, causados pela prevalência de carregadores diferentes e incompatíveis para dispositivos eletrónicos”, anuncia o executivo comunitário numa informação hoje divulgada e à qual a agência Lusa teve acesso.

Assinalando que “anos de trabalho com a indústria, numa abordagem voluntária, já fizeram baixar o número de carregadores de telemóveis de 30 para três na última década”, Bruxelas admite que ainda não se chegou a uma “solução completa” na União Europeia (UE), razão pela qual está agora a “apresentar legislação para estabelecer uma solução de carregamento comum para todos os dispositivos relevantes”.

Em causa está, então, uma revisão da diretiva comunitária RED (Radio Equipment Directive), que tem por objetivo assegurar que os equipamentos eletrónicos que utilizam radiofrequências no mercado europeu cumprem requisitos de proteção da saúde e de segurança.

“Com a proposta de hoje para uma diretiva revista […], o suporte de carregamento e a tecnologia de carregamento rápido serão harmonizados: USB-C tornar-se-á a porta padrão para todos os ‘smartphones’, ‘tablets’, câmaras fotográficas, auscultadores, altifalantes portáteis e consolas de videojogos portáteis”, precisa o executivo comunitário.

A instituição propõe também separar a venda de carregadores da venda de dispositivos eletrónicos, por entender que isso “irá melhorar a comodidade dos consumidores e reduzir a pegada ambiental associada à produção e eliminação dos carregadores, apoiando assim as transições verdes e digitais”.

Deixe um comentário

Veja também...