Governo inaugura centro de operações da Piauí Conectado; estrutura representa investimento de R$ 15 mi

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
Piauí Conectado

O governador Wellington Dias inaugurou, nesta segunda-feira (7), o Centro de Controle e Inovação da Piauí Conectado, um espaço inovador, localizado no bairro São Pedro, zona sul de Teresina, com uma das estruturas mais modernas do estado, ambiente onde todos os serviços de rede do Governo do Estado serão monitorados 24 horas por dia.

Com mais de 1.500m² de área construída, um investimento de cerca de R$ 15 milhões. O novo espaço da Piauí Conectado também abriga o data center Tier III, o mais moderno do estado. Funcionando como o centro nervoso do projeto, a estrutura armazena todos os dados e é responsável por transmitir toda a comunicação de rede e internet para a administração pública estadual.

“Estamos diante de uma inovação, é uma modelagem de parceria público-privada inédita para o Brasil. Temos, hoje, 101 municípios onde a fibra ótica já chegou, isto é, temos conexão de alta velocidade para lugares que antes não se conseguia 1 MB. Então, isso muda o setor público e privado, permitindo tele-educação, telemedicina, telesegurança, telecomércio, é velocidade em todos os sentidos para as pessoas físicas e jurídicas, por isso essa sede é tão importante e torna a Piauí Conectado referência para o Nordeste e para o Brasil”, destacou Wellington.

A Piauí Conectado possui contrato na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP) com o Governo do Estado, por meio da Agência de Tecnologia da Informação do Estado (ATI-PI) e da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc).

De acordo com a superintendente de Parcerias e Concessões do Estado, Viviane Moura, a PPP Piauí Conectado já investiu mais de R$ 100 milhões em rede de fibra ótica em quase dois anos de contrato e é a primeira no Brasil a ter uma sede com controle de operações.

“A sede da Piauí Conectado é também um patrimônio público em razão dessa PPP e dentro desta sede existe um centro de comando e controle que vai acompanhar todos os serviços e a entrega de internet, um dos objetos dessa parceria público-privada. Além da economia que, ao longo desse 1 ano e 8 meses de vigência do contrato, já está em torno de R$ 15 milhões e investimentos de mais de R$ 100 milhões, tanto em rede de fibra quanto nesta sede, que tem um significado muito importante para o Governo do Estado, o primeiro do Brasil que tem sua própria rede de fibra operando, funcionando e entregando internet de qualidade para todos os órgãos públicos do governo e para as pastas públicas”, ressaltou a gestora.

Segundo o diretor-presidente da Piauí Conectado, Emerson Silva, o espaço conta com equipamentos que oferecem os últimos avanços tecnológicos em processamento de dados. “Toda a rede do governo vai ser concentrada a partir de Teresina, onde iremos monitorar 101 municípios por 24 horas, para garantir que esteja 100% segura e disponível, ou seja, a partir daqui conseguiremos identificar problemas do norte ao sul do Piauí. Investimos nesse prédio e essa economia virá por meio de serviços mais eficientes, melhorando cada vez mais ao cidadão piauiense”, afirmou Silva.

Os investimentos realizados pelo Governo do Estado, por meio da Parceria Público Privada (PPP), chegam a cinco mil quilômetros de rede. Para o presidente da ATI, Antônio Torres, é preciso ter visão de futuro. “Mesmo na pandemia, avançamos bastante e hoje estamos concluindo pontos importantes em todo o estado. O Piauí está recebendo internet de banda larga em todos os seus órgãos. Estamos chegando com internet de alta disponibilidade para prestar um melhor serviço ao cidadão”, destacou o gestor.

Rafael Fonteles, coordenador-geral do programa PRO Piauí, falou: “hoje, a conectividade é quem possibilita levar conhecimento à população. A Piauí Conectado traz retorno ao Estado com a redução de custos e assim teremos mais recursos para investimentos futuros. Já estamos pensando no futuro, no 5G”.

O governador anunciou que a meta é que a rede de fibra ótica chegue aos 224 municípios do Piauí. “Além de chegar a 101 municípios no ano de 2020, já está acertado que vamos dar novos passos, vamos chegar aos 224 municípios do Piauí e garantir um outro passo, a distribuidora de conexão, no qual chegaremos em cada casa, cada comércio, isso coloca o estado verdadeiramente no século XXI preparado para o mundo digital”, adiantou Wellington.


Fonte: CCOM

Deixe um comentário

Veja também...